Make your own free website on Tripod.com

logdejavu.jpg

Capítulo VI

Home
A Autora
Trailer
Personagens
Capítulo I
Capítulo II
Capítulo III
Capítulo IV
Capítulo V
Capítulo VI
Capítulo VII
Capítulo VIII
Capítulo IX
Capítulo X
Capítulo XI
Capítulo XII
Capítulo XIII
Capítulo XIV
Capítulo XV
Capítulo XVI
Capítulo XVII
Capítulo XVIII
Capítulo XIX
Capítulo XX
Capítulo XXI
Capítulo XXII
Capítulo XXIII
Capítulo XXIV
Capítulo XXV
Capítulo XXVI
Capítulo XXVII
Capítulo XXVIII
Capítulo XXIX
Capítulo XXX
Capítulo XXXI
Capítulo XXXII


 
 DIAS MELHORES

 

"O quê?

Um anjo?

Em forma de...



Um garoto?

E com meu caderno?!

Ele deve ter pegado para me zoar, como todos os outros sempre fizeram em todos esses anos de tortura.

Ai, que medo... o que ele quer, hein?!

Com meu caderno em suas mãos, ele olhou em minha direção e perguntou-me:"
 



 

Garoto: Está procurando por isso?
 

"Meu coração batia tão fortemente, que parecia que ia abrir um buraco em meu peito e saltar para fora. Abri um sorriso que há tempos não nascia em meu rosto, e lhe respondi":





Mayra: SIM! Este caderno é meu! AHHH! Muito obrigada! Não sei como agradecer!!!!


Garoto: Hum... não foi nada. Eu apenas o achei aqui e peguei para ver de quem era.




Mayra:
Puxa, muito obrigada mesmo! Você salvou minha vida!



Garoto:
Não precisa agradecer.





Mayra:
Bom, agora eu tenho que voltar para minha sala, a prova já está para começar! Muito obrigada, mais uma vez!


Garoto:
Tenha uma boa prova, e lembre-se: quando um elemento oxida é porque ele perdeu elétrons!

 

"Ãhn?! Achei um tanto estranho aquele lembrete, mas nem respondi e voltei voando para a sala de aula. Entrei em minha sala, suada, mas com um enorme sorriso estampado em meu rosto. Deixei o trabalho na mesa da professora, e ela, pelo jeito, nem percebeu que eu havia saído. A Isa ainda estava lá..."


 



 

Isa: ... quem quiser colaborar com o nosso jornal, é só vir trocar uma idéia comigo ou com a Fiona, belê? Mas se for pra escrever sobre moda cor-de-rosa, Fresno, Simple Plan e todas essas coisas de emorróidas, ou coisa que o valha, vai levar um saco de cocô em chamas na cabeça! Não quero neeeeeeem saber! Lugar de emo e de burguês é no shopping, e meu jornal não é para conformistas, é lugar de revolução e reflexão! Aliás, Fiona... deixa de ser lerda e acaba logo essa merda de prova, senão você apanha na frente de todo mundo! Lis e Mayra, beijos na bunda. Tenham um bom dia e uma boa prova, "colegas queridos"!


 

"E saiu. E o pesadelo começou..."



 

 

Professora Patrícia: Bem... depois dessa interrupção, vocês tiveram mais alguns minutos de vida. Vamos começar a prova agora!



 

"Enquanto a professora entregava as provas, não conseguia parar de pensar naquele garoto do pátio que havia salvado a minha vida, sem ao menos nunca tê-lo visto.... da onde ele veio!? Quem era ele?! Porque naquele momento minha depressão parecia um pouco mais leve?!"





"Com a prova em minhas mãos, não conseguia me concentrar em nada a não ser naquele garoto. Percebi que estava enlouquecendo! Sua doce voz estava ecoando em minha mente. Seu olhar deixou-me cega com tamanho brilho que emitia. Seu jeito educado, meigo e gentil deixou-me atordoada. Seu moicaninho dourado como o belo Sol que entrava pela janela de nossa sala."


"Foi então que eu entendi tudo... depois de ler uma frase reveladora em minha prova."

 

Não perca o próximo capítulo de Déjà Vu! \o/

*Todos os direitos reservados à Roberta Ayres Torres (Silly Girl) e Igor Akio Matsuoka - 2005/2006/2007/2008*