Make your own free website on Tripod.com

logdejavu.jpg

Capítulo XXI

Home
A Autora
Trailer
Personagens
Capítulo I
Capítulo II
Capítulo III
Capítulo IV
Capítulo V
Capítulo VI
Capítulo VII
Capítulo VIII
Capítulo IX
Capítulo X
Capítulo XI
Capítulo XII
Capítulo XIII
Capítulo XIV
Capítulo XV
Capítulo XVI
Capítulo XVII
Capítulo XVIII
Capítulo XIX
Capítulo XX
Capítulo XXI
Capítulo XXII
Capítulo XXIII
Capítulo XXIV
Capítulo XXV
Capítulo XXVI
Capítulo XXVII
Capítulo XXVIII
Capítulo XXIX
Capítulo XXX
Capítulo XXXI
Capítulo XXXII

Capítulo XVII

 ÚLTIMA CHAMADA



“Depois de irmos ao cemitério, tomarmos um sorvete de leite condensado na doceria e vagar sem rumo pelas ruas pacíficas de City Paranoia, voltamos para o nosso lar. Minha mãe foi dormir, já que não conseguiu pregar os olhos depois de ver a vovó. Coitada, não está acostumada com as aparições repentinas da velha!”


 

“Eu estava arrumando a sala – depois de toda aquela bagunça regada a pizza and tubaína! - até que o telefone toca."



 

"Como de praxe, corri para atender... deve ser o Leandro!”




Mayra: Oi?




Leandro:
Mayra?




Mayra: Oi! *siiiiim, é ele! Ai, que saudades! Não via a hora de ouvir a voz dele novamente!*




Leandro: Boa tarde, fanta-uva! Ei, onde você estava?


 

Mayra: Eu dei uma saída com a minha mãe, voltei agora há pouco.



 

Leandro: Ah, tudo bem! É que eu não via a hora de te contar a novidade do século! Queria que fosse a primeira a saber, já que é, acima de tudo, minha melhor e única amiga!

Mayra: Legal! Que novidade?





Leandro:
Você não vai acreditar! Nem eu estou acreditando!





Mayra:
Fala!

Leandro: Você vai ficar tão feliz quanto eu estou!

Mayra: Tá, fala!

Leandro: Vou explodir de tanta felicidade! Nem acredito que está acontecendo isso comigo!

Mayra: Aham....



 

Leandro: Bom... talvez você me ache meio precipitado, mas o fato é que hoje fui à casa da minha irmã e conheci o amor da minha vida!





Mayra:
Como assim?!


 

Leandro: Mayra do céu.... ela é simplesmente LINDA!

 

Mayra: ELA quem?!

Leandro:
A criatura mais perfeita deste mundo! Estou tão feliz de tê-la conhecido! Quase desmaiei quando a vi... tão linda e inocente. Nunca pensei que alguém tão doce como ela poderia existir... é tudo o que sempre sonhei!

Mayra: ...................


 

Leandro: Sério, Mayra! Nunca vi tamanha beleza! Estou completamente.... APAIXONADO!!

 

"HÁ! Não, não! Dessa vez eu não seria enganada com suas piadas bobas! Já chega, né?"




Mayra: Aham.... tá bom, pode parar! Já saquei! Há Há, foi bem engraçada!

Leandro: Do que você tá falando?

Mayra: Isso é brincadeira sua, não é?


 

Leandro: Não, Mayra! Como eu poderia brincar com uma coisa dessas? Eu juro pra você por tudo o que há de mais sagrado neste mundo! Juro que foi amor à primeira-vista, não tenho culpa de sentir o que sinto! E devo admitir que nunca senti algo assim na minha vida inteira! Ai, Mayra... ela estava vestida com uma blusa preta que era uma loucura! Juro que se não tivesse alguém por perto, eu faria alguma besteira... mas, pensando bem, valeria correr o risco por alguém tão linda! Ai, ai, só de pensar nela, eu me derreto todo!


 

“O QUÊÊÊ????????????? O que é isso?!?! Ele bebeu? É trote?! 1º de Abril? Não... ele só pode estar me gozando...”


 

Leandro: Você precisa conhecê-la, Mayra! Acho que também vai gostar muito dela e ela de você! Devo confessar que eu... eu estou totalmente abobado por ela... simplesmente apaixonado... MALUCO! Estou amando, finalmente amo alguém de verdade! Até minha mãe gostou muito dela, já pediu para eu levá-la em casa e tudo mais!


 

“Ele está louco?! O que é isso!?!?!”


 

Leandro: Vou ver se ela pode ir comigo aí amanhã, pode ser, Mayra? O Dexter também pode ir? Diz que sim, vai!


 

Mayra: POIS PODE FICAR AÍ COM ELA FELIZ DA VIDA, VIU LEANDRO!!!!!!! ADEUS!!!!!!!


 

Leandro: Mas...


 

“E desliguei! NA CARA DELE! É isso mesmo! O que ele pensa que é!?! Ahhh, mas eu sabia! Eu sabia que era bom demais para ser verdade, eu sabia o tempo inteiro, minha intuição nunca falha! Eu não merecia algo tão bom assim pra mim! Mais uma vez sou a maldita gorda iludida e enganada! Está provado, amor é coisa de Hollywood, é o melhor filme de ficção científica já inventado! Maldito seja o amor e os homens! Que tudo se EXPLODA e vá pro inferno, inclusive eu mesma! Não agüento mais isso!”


 

“O telefone continua tocando, e eu não vou atender NUNCA MAIS! Vou é tirar da tomada e ir dormir o resto do dia, pois só assim não vou mais me iludir com ninguém! SAYONARA!”

 

 

Não perca o próximo capítulo de Déjà Vu! \o/

*Todos os direitos reservados à Roberta Ayres Torres (Silly Girl) e Igor Akio Matsuoka - 2005/2006/2007/2008*