Make your own free website on Tripod.com

logdejavu.jpg

Capítulo VIII

Home
A Autora
Trailer
Personagens
Capítulo I
Capítulo II
Capítulo III
Capítulo IV
Capítulo V
Capítulo VI
Capítulo VII
Capítulo VIII
Capítulo IX
Capítulo X
Capítulo XI
Capítulo XII
Capítulo XIII
Capítulo XIV
Capítulo XV
Capítulo XVI
Capítulo XVII
Capítulo XVIII
Capítulo XIX
Capítulo XX
Capítulo XXI
Capítulo XXII
Capítulo XXIII
Capítulo XXIV
Capítulo XXV
Capítulo XXVI
Capítulo XXVII
Capítulo XXVIII
Capítulo XXIX
Capítulo XXX
Capítulo XXXI
Capítulo XXXII

Capítulo II

 É POSSÍVEL!?


 

"Não, não..... será mesmo?!
Acho que minha mente está pregando peças em mim. Isso é demais pra mim.
Eu estou passando mal, estou tonta!"

 


Mayra *cochichando*:
Vovó... foi você, né?! Foi você que aprontou comigo! PQP! Olha o que você inventa pra mim! Você é dose... você sempre foi assim! Sempre foi uma mulher de palavra e sempre soube o que era melhor para mim, e eu sempre adorei isso na senhora. Mas agora estou simplesmente DETESTANDO! URGHHHHHHH! Você achou que eu ia achar que era papo de velho louco esclerosado como você mesma me disse, mas eu acreditei quando você me prometeu, ainda em vida.... um anjinho de cabelos loiros! Tudo bem, tudo bem, você quis dizer anjo mesmo, ou anjinho em sentido figurado!? Você sabe que sou péssima em interpretação! Não importa, só sei que eu tenho quase certeza de que me deparei com a sua "promessa" há algumas horas e parece que meio que... renasci! É, isso seria perfeito se não fosse pelo fato dele ter... bem... DESAPARECIDO! SUMIU! EVAPOROU! Se ele é, de fato, um amiguinho seu aí, dos céus, o que ele tá fazendo aqui embaixo?! O que você fez comigo?! Onde ele está?! Cadê!?! Que grande ajuda, hein!? Minha vida acabou de novo, justo quando eu achava que ia conseguir alguma coisa, você suga toda a minha felicidade. Thank you very much.

 


 

"É, eu estava brigando com a minha avó. Isso seria algo normal se não fosse por um detalhe: ela está morta, esqueceu!? Apesar que isso é bem normal pra mim... quero dizer, falar com a minha avó. Eu sempre vou ao cemitério e conto tudo a ela, conto coisas que nem sonho em contar aos vivos. É uma espécie de terapia, me faz tão bem que não consigo viver sem a minha avó. Mesmo ela estando há sete palmos abaixo de mim, pra mim ela continua viva, aqui dentro. Eu a sinto me ouvindo, toda atenciosa. Eu a sinto me tocar, me acariciar os cabelos. Às vezes até penso que a ouvi chamando meu nome. Toda semana eu estou lá, no cemitério falando com a minha avó. Só não estou agora pois estou no colégio, duh!"

 

*Alguns minutos depois....*


 

Mayra: Aaaahhh, já entendi! Você me faz sofrer pra eu ir até o seu túmulo, te levar flores e chorar pela sua falta. Ai, vó... sempre carente e insegura, sempre pedindo atenção, implorando por um carinho! Agora vejo de quem herdei toda a melancolia. Poxa vida, vó... a gente se fala quase todo dia, eu vou te ver e cuidar da sua lápide todas as semanas. Eu nunca me separei de você e nunca vou me separar. Pode ter certeza que sou sua neta mais fiel... nem seus filhos fazem isso por você, parece que suas vidas vazias e fúteis são mais importantes. Mas eu?! Eu ainda continuo aqui, faça chuva, faça sol, continuo pensando muito na senhora. E você não tem noção do quanto eu sinto sua falta. Sinto tanto que até dói quando lembro de tudo o que passamos..... errrrr, mas, enfim... como eu ia dizendo, eu já entendi seu joguinho e não vou cair nele. Eu sei muito bem que essa história toda de anjo caído dos céus é piração sua e ele é um ser humano como eu e como você foi. Eu vou é continuar a procurá-lo! Dessa vez EU te peguei, sua velha boba!

 

"Deixei a briga pra lá. Segui meus instintos. Fui correndo em direção a um grupinho que estava conversando no pátio."

 

 

 

Mayra: Olá! Por acaso, vocês conhecem um garoto de cabelo moicano, loirinho...?

 

 

 

Garoto 1 (ruivo): Moicano, loiro... Ahhhhhhh! Acho que sei de quem está falando. Vimos sim. O seu primo está no terceiro ano, né?

 

Garoto 2 (loiro): É, é sim. Tá na mesma sala da minha irmã, aliás.

 

 

Mayra: Ahn? Terceiro ano? Qual turma?

 

 

Garoto 2: Turma A.

 

 

Mayra: O QUE?! TURMA A?!?!?! Não, não... não... não é possível...

 

 

 

"Fiquei pasma. Simplesmente sem palavras. Qual não foi minha surpresa ao perceber de que éramos da mesma turma. O ano todo! Mas isso era bem previsível, já que eu sou anti-social, e tudo mais. Enfim, é o preço que se paga..."

 

 

 

Não perca o próximo capítulo de Déjà Vu! \o/

*Todos os direitos reservados à Roberta Ayres Torres (Silly Girl) e Igor Akio Matsuoka - 2005/2006/2007/2008*