Make your own free website on Tripod.com

logdejavu.jpg

Capítulo XXXII
Home
A Autora
Trailer
Personagens
Capítulo I
Capítulo II
Capítulo III
Capítulo IV
Capítulo V
Capítulo VI
Capítulo VII
Capítulo VIII
Capítulo IX
Capítulo X
Capítulo XI
Capítulo XII
Capítulo XIII
Capítulo XIV
Capítulo XV
Capítulo XVI
Capítulo XVII
Capítulo XVIII
Capítulo XIX
Capítulo XX
Capítulo XXI
Capítulo XXII
Capítulo XXIII
Capítulo XXIV
Capítulo XXV
Capítulo XXVI
Capítulo XXVII
Capítulo XXVIII
Capítulo XXIX
Capítulo XXX
Capítulo XXXI
Capítulo XXXII

O Plano Final

 O Plano Final - Parte Final


 

“Legal. Lindo. Maravilhoso. Já estamos aqui, encarcerados, há mais de 3 horas! Estou começando a ter claustrofobia. Certas pessoas pagariam milhões para nos ver assim... há, santa ironia do destino!”

 

 

 

Leandro: Ai, Mayra, como eu não sei se vamos sair daqui tão cedo, preciso te perguntar uma coisa muito séria: quer casar comigo?

 

 

 

Mayra: Como assim, “não sei se vamos sair daqui tão cedo”? Vira essa boca pra lá, credo! Eu hein! ........................................ Ei! O quê... você...

 

 

 

Leandro: Sim! Estou absolutamente certo disso! Quer casar comigo!? Eu não tenho aliança de ouro aqui, nem nada disso, mas acho que você entende o motivo.

 

 

 

Mayra: Mas...

 

 

 

Leandro: E sei também que não estou no lugar mais perfeito do mundo para te pedir em casamento, mas... saiba que esse pedido é o mais sincero possível. Eu quero casar com você!

 

 

 

Mayra: Eu...

 

 

 

Leandro: Tá, eu entendo se você não aceitar, ou me rejeitar e querer acabar com tudo, afinal, a gente só tá namorando há 3 dias! Mas eu sei, desde a primeira vez que te vi, que é com você que eu quero viver e morrer.

 

Mayra: Eu...

 

 

 

 

Leandro: Não precisa responder agora, eu entendo perfei......

 

 

 

Mayra: AI, CALA ESSA BOCA!!!! CALAAAAAA!!! É claro que eu aceito, seu idiota! Que pergunta mais tosca é essa?!? Afff!

 

 

 

“É, não foi o pedido de casamento mais romântico do mundo, e nem a resposta mais meiga possível, mas... quer saber de uma coisa? Eu prefiro originalidade. Morte aos clichês! Viva o amor verdadeiro!”

 

 

 

“Mas, eu quase esqueci: para isto tomar efeito... precisamos antes sair daqui”

 

 

 

Tia Carcereira Silly: Ok, podem sair. Pagaram a fiança de vocês.

 

 

 

 

Mayra e Leandro: ÃHN? TÃO RÁPIDO?! Agora que tava ficando bom!

 

 

 

Mayra: Mas, uai, quem será que pagou a fiança?!

 

 

 

Talita: Eu.

 

 

 

"Quê? Talita pagou nossa fiança?! Por que?!"

 

 

 

Mayra: Errrr... oi. Obrigada, Talita. Mas por quê...

 

 

 

Talita: Não se acostuma não, balofa. Só fiz isso pra aliviar minha consciência. Afinal, dinheiro nunca será problema para mim.

 

 

 

Mayra: Como assim?

 

 

 

Talita: Você é burra mesmo, hein? Ai, ai... o negócio é que, como sabe, vocês animaram minha festa com aquele showzinho meia boca. E depois que vocês foram embora, bem... suas amigas... eu não deveria dizer, mas elas começaram a chorar nos meus pés e pedir ajuda pra te soltar daqui. Para acabar com aquela cena ridícula e humilhante, o mínimo que eu poderia fazer era soltar dois fracassados da cadeia.

 

 

 

"Na verdade, o que ela quis dizer que aconteceu foi isso........:"

 

 

 

 

 

 

 

 

Isa: VAI LÁ SOLTAR A MINHA AMIGA, SUA MEGERA!! AGORA!! DEMORÔ!!!! EU ACABO COM ESSA MERD* DE FESTA EM UM INSTANTE! VOU BOTAR TUA REPUTAÇÃO LÁ NA UTI, SÓ QUE ELA NUNCA MAIS IRÁ SE RECUPERAR!!! FAÇA ALGO DE ÚTIL PELO MENOS UMA VEZ NA VIDA, SUA TONTA MONGA!! USA TEU SANTO DINHEIRO PRA FAZER ALGO QUE PRESTE!!!! SENÃO VENHO AQUI NA TUA CASA E LIMPO A MINHA BUNDA NA CORTINA DA SUA SALA, OUVIU BEM OU QUER QUE EU DESENHE PRA MADAME, PO$#%!?! E AINDA JOGO COCÔ NA BOST* DA TUA LAMBORGHINI E EM OUTROS LUGARES QUE VOCÊ NEM IMAGINA QUE EXISTEM!!! AGORA VAZA, PRINCESA!!!

 

 

 

Lis: É ISSO AÍ! TCHAU!

 

 

 

Fiona: AGORA XÔ!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Mas, tá... eu aceito a versão dela. Foi bem fofa. Hoje não é um bom dia para ferir os egos alheios, não é?"

 

 

 

Mayra: Uau. Que legal da sua parte, Talita! Muito obrigada, viu?

 

 

 

Talita: Que seja. Agora vou resolver coisas mais.... importantes.

 

 

 

Mayra: Que coisas? Ei, porque você tá com essa.... roupa laranja?

 

 

 

Tia Policial Coxinha: Já deu, né senhorita Talita? Agora venha comigo.

 

 

 

Mayra: Ei, policial, o que foi que aconteceu com ela?!

 

 

 

Talita: Não é da sua conta, sua balofa!

 

 

 

Tia Policial Coxinha: Desculpe, garota, sigilo profissional.

 

 

 

Jéssica: Pois então EU te conto, “prima”: os policiais acharam bolinhas de Paranoid em todos os copos de bebidas da festa! Todo mundo sabe o que essas bolinhas fazem com a gente, principalmente adicionadas ao álcool..... tudo bem que elas não são proibidas, mas é contra a lei adicionar substâncias desconhecidas em bebidas sem o consentimento de quem estará bebendo!

 

 

 

Talita: Traíra!!!! Você vai ver quando eu sair daqui! Vou acabar com a tua vida e tua reputação, sua traidoraaaaaa! Malditaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!! Vou amaldiçoar até a tua vigésima geração!!!

 

 

 

Isa: Ah, não vai não! Lembra do nosso trato, madame Talita?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Isa: E VÊ SE PÁRA DE MANIPULAR OS OUTROS, PRINCIPALMENTE A JÉSSICA! DINHEIRO NÃO COMPRA PESSOAS! TU VAI NESSE INSTANTE SOLTAR A MAYRA, TRATAR A JÉSSICA E ELA SUPER BEM E PARAR DE SER TÃO VADIA E MESQUINHA!!!! SUA MEGERA DO INFERNO! SENÃO EU VENHO AQUI E FAÇO ESSES TEUS POODLES HORRIPILANTES VIRAREM CASACO DE PELE DE GRÃ-FINA!!! VOCÊ ME OUVIU?? E NÃO ADIANTA PEDIR PRA SAIR!

 

Lis: É ISSO AÍ! TCHAU!

 

Fiona: AGORA XÔ!

 

 

Talita: Ai, ai, socorro!!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Talita: ................

 

 

 

Lis: Mayra, você tá bem? Fiquei tão preoucupada com você, amiga! Tive que largar a Ágata sozinha lá pra vir te ver! Alguém te machucou? Quer alguma coisa?

 

 

 

Isa: Bah, pare de se preocupar tanto, Lis! A Mayra é de ferro genuíno!

 

 

 

Fiona: Sóóóóóóó!!!

 

 

 

Mayra: Ai, meninas, eu fiquei com medo, mas sabia que vocês iriam me ajudar! Estou tão feliz de ver vocês! Eu amo todas vocês!

 

 

 

Isa, Lis e Fiona: E nós amamos você!

 

 

 

Isa: *por mais gay que isso seja! Blé!*

 

 

 

Leandro: Ei, sabem de uma coisa? Se tudo isso não tivesse acontecido da pior maneira possível, nós não estaríamos aqui na delegacia e... eu não teria pedido a Mayra em casamento!

 

 

 

Isa, Lis e Fiona: O QUÊ????????

 

 

 

Leandro: Háhá, é pegadinha!

 

 


 

Mayra: Quê? Como assim, "pegadinha"? Hunf...

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

 “Agora minha vida está completa. Tenho minhas amigas e, agora, um anjo que veio e me tirou das profundezas da solidão. Hoje, como disse anteriormente, estamos comemorando nossos três anos de casamento relembrando do nosso passado. Relembrando que três anos foi o tempo que nos separou um do outro, e que agora nos une como jamais duas pessoas se uniram antes, com o mais belo e puro amor. Agora só penso em fazer dele o homem mais feliz do mundo, mostrando a ele cada vez mais e mais que o amor que sinto por ele é eterno.”

 

 

“Posso dizer, com toda certeza, de que agora meu coração curou-se da suposta doença crônica. Ah, e não precisei de Love Potion nenhuma, só de uma chance para amar sem limites.”

 

 

 

"E por falar nisso... três era a nota que eu precisava tirar em Química e que acabei conseguindo, graças a ajuda do Leandro. Sim, senhores, eu passei de ano, fui direto para a faculdade! A professora Patrícia (e todo o resto dos convidados da festa) estava na delegacia e ela me disse:”

 

 

 

Professora Patrícia: Você passou de ano, Mayra. Não consegue tirar 10 durante todo o ano, mas na recuperação consegue, não é, mocinha? Enfim, meus parabéns.

 

 

 

“Há!!! É por essas e por tantas outras que eu assino embaixo daquela frase...”

 

 

 

As coisas mais importantes da nossa vida acontecem quando menos esperamos e quando mais precisamos

 

 

 

 

 

 

 

"AGORA SIM EU POSSO, NÉ ISA??"

 

 

 

"Então.........."

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FIM

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Lis *pensando*: Isso ainda não acabou.... não para mim....

*Todos os direitos reservados à Roberta Ayres Torres (Silly Girl) e Igor Akio Matsuoka - 2005/2006/2007/2008*