Make your own free website on Tripod.com

logdejavu.jpg

Capítulo XXVI
Home
A Autora
Trailer
Personagens
Capítulo I
Capítulo II
Capítulo III
Capítulo IV
Capítulo V
Capítulo VI
Capítulo VII
Capítulo VIII
Capítulo IX
Capítulo X
Capítulo XI
Capítulo XII
Capítulo XIII
Capítulo XIV
Capítulo XV
Capítulo XVI
Capítulo XVII
Capítulo XVIII
Capítulo XIX
Capítulo XX
Capítulo XXI
Capítulo XXII
Capítulo XXIII
Capítulo XXIV
Capítulo XXV
Capítulo XXVI
Capítulo XXVII
Capítulo XXVIII
Capítulo XXIX
Capítulo XXX
Capítulo XXXI
Capítulo XXXII

 Longe de Casa - Parte II 


Mayra: Mas o que é isso!?

 


Leandro: Eu mandei você ficar quieta dentro da caixa! Sua teimosa! Olha só! Não era pra tê-la comido, sua chatinha! Estragou tudo!

 

Mayra: Como assim... estragou tudo? Por que você trouxe um cachorro para um hospital?!?!


 

Leandro: Ora, Mayra, eu disse tudo a você.

Mayra: Disse o quê?

 

Leandro: Eu disse que apresentaria o amor da minha vida a você! Pois então dê oi a ela, Mayra!

 

“Mas.... hein?!?! Então..... era isso?!?!? O TEMPO TODO!?!? Eu tentei me matar por causa de... um filhotinho lindo, branquinho, peludinho e fofinho desses?!”

 

Mayra: Mas...

 

Leandro: O quê? Achou que era uma pessoa de verdade?! Nossa, Mayra... você é bem boba, hein?! UAHUIAHuiHAiuHAUIhAIAHuiHA!!!

 

Mayra: Mas, mas, mas... onde você a pegou?

 

Leandro: Dã, Mayra! Não estava ouvindo, não?! Te contei tudo ontem, no telefone, antes de você desligar na minha cara! Não escutou porque não quis! Eu te falei que tinha ido a casa da minha irmã... pois minha irmã tinha cruzado a cachorra dela com outro... e os filhotes nasceram há mais de um mês e só então pude ir vê-los! Olha que coisa linda, Mayra! Impossível não se apaixonar!

 

Mayra: Tá, mas e a tal da blusa preta?!

 

Leandro: Ai, Mayra... a minha irmã colocou uma blusinha de lã nela pq ela parecia estar tremendo de frio, e ficou a coisa mais fofa do mundo, eu precisava te contar!

 

Mayra: Aham... e aquele negócio de fazer besteira caso alguém não estivesse por perto, hein???

 

Leandro: Mas isso é óbvio, minha linda! Se minha família não estivesse por perto, eu teria seqüestrado a cachorra e pegado pra mim na hora! Mas só hoje eu pude pegá-la, pois minha irmã ainda tinha que levá-la ao veterinário para tomar as primeiras vacinas, e tal. Por isso só pude trazer hoje pra você ver, jamais iria arriscar sua saúde. E digamos que entrei com ela aqui no Hospital por meios... ilícitos. Entendeu agora, uvinha?

 

“Ai, como eu sou IDIOTA! Mais uma vez caí nas pegadinhas do Leandro! URGHHHHHH!!! Que vontade de me matar e de matá-lo junto!”

 

 

Leandro: Vá em frente, ela é sua!

 
Mayra: Quê??

Leandro: É um presente meu pra você. Mas se você não quiser, serei obrigado a devolvê-la e ela será sacrificada.
 

Mayra: QUÊ??

Leandro: UAhUIAHuiHAuH, brincadeira! Você leva tudo muito à sério, relaxa! Se você não a quiser, ela irá lá pra casa, com o Dexter. E se ele não gostar dela, ele irá comê-la viva...


Mayra: Seu bobo! É claro que eu fico com ela! É realmente a criatura mais linda do mundo! Eu nunca tive animais, sempre quis ter um... vou dar muito amor a ela! Obrigada, meu amor!

Leandro: Por nada!


Mayra: E eu queria pedir desculpas... por ser tão burra, ignorante, precipitada, idiota...


 

Leandro: Deixa de bobeira, Má. Você só precisa se acalmar e curtir a vida. Eu é que devo pedir desculpas por tê-la deixado brava e achando que eu não a amava e que havia achado outra. Na verdade achei, mas ela também é sua! Mas eu sou o culpado por você estar aqui agora nessa sala horripilante. Falha minha! Me perdoe, por favor. Dessa vez eu exagerei, confesso!


Mayra: Você é perfeito, Leandro.


 

Leandro: Você é que é, minha fanta uva sem gás. Mas e o nome? Já escolheu?

 

 

Mayra: Você vai ter que me ajudar nessa, Lê! Mas antes disso... você sabe.

 

 

Leandro: Sei. CORRA!!!!!!

 

Não perca o próximo capítulo de Déjà Vu! \o/

*Todos os direitos reservados à Roberta Ayres Torres (Silly Girl) e Igor Akio Matsuoka - 2005/2006/2007/2008*