Make your own free website on Tripod.com

logdejavu.jpg

Capítulo IV

Home
A Autora
Trailer
Personagens
Capítulo I
Capítulo II
Capítulo III
Capítulo IV
Capítulo V
Capítulo VI
Capítulo VII
Capítulo VIII
Capítulo IX
Capítulo X
Capítulo XI
Capítulo XII
Capítulo XIII
Capítulo XIV
Capítulo XV
Capítulo XVI
Capítulo XVII
Capítulo XVIII
Capítulo XIX
Capítulo XX
Capítulo XXI
Capítulo XXII
Capítulo XXIII
Capítulo XXIV
Capítulo XXV
Capítulo XXVI
Capítulo XXVII
Capítulo XXVIII
Capítulo XXIX
Capítulo XXX
Capítulo XXXI
Capítulo XXXII

 

 QUÍMICA DO AMOR E DO ÓDIO 


 

"Deu o sinal. Fomos em direção a nossa sala. Sentei-me e, enquanto a professora não chegava, fiquei tirando dúvidas sobre a matéria com a Lis e com a Fiona, que também estavam de recuperação junto comigo. Só a Isa não ficou de recuperação em nada... ela só foi pro colégio para distribuir o jornal dela."

 


 

Lis: Ai, estou tão preocupada com esse prova, meninas.

Mayra: Somos duas! Se eu repetir de ano, eu me mato! E agora vai ser pra valer!

Lis: Faço minhas as suas palavras, Má.

Fiona: Sóóóóó...

Mayra: Cara, como faz essa droga de balanceamento?!?

Lis:
Calma! Vejamos o que o livro tem a dizer... aahnn.... aqui: "Balancear uma equação química é igualar o número total de átomos de cada elemento".

 


 

Mayra: Tá, deu na mesma... o que mais?

Lis: Errr... só. Só tem um monte de blá blá blá e depois exercícios. Só!

 


 

Mayra: Hunf. Empresta aqui seu livro de atividades. Vamos experimentar uns exercícios que a professora mandou estudar, então. Que tal esse, meninas:

 

Um átomo neutro que apresenta número atômico 92 e número de nêutrons igual a 143, possui:

a) 92 elétrons, 92 prótons e número de massa 235.

b) 92 elétrons, 135 prótons e número de massa 143.

c) 143 elétrons, 92 prótons e número de massa 135.

d) 143 elétrons, 143 prótons e número de massa 184.

e) 184 elétrons, 92 prótons e número de massa 276.

 

*depois de alguns minutos*

 


 

Lis: E aí..... alguém quer arriscar?? Valendo 2 milhões de reais!

Mayra: Cara... o que é isso?!?!!? Grego?? Desisto! Toma de volta!

Lis: Ai, ai.... tô ferrada! Isso que dá ser burra!

Fiona: ..................
 


 

Mayra: Errrrr..... vamos dar uma olhada no fim do livro?

Lis: Vamos!

Fiona: Sóóóóó!!! \o/

Lis: Ok.... ahnnn... deixa eu ver... ahnnnn... ah sim, a resposta é A!

 


 

Fiona: Eu sabia!!! Eu sabia!!! Não respondi para não sentirem-se burras... AAAAAAHHHHH!!!!

 


 

Lis: A Fiona tem sérios problemas....

 

"A Fiona gritando no meio da sala normalmente seria cômico... se, neste contexto, não fosse trágico!"

 


 

"Não consigo entender o que a Química tem a ver com minha vida. Sempre fui péssima nesta matéria, este ano não poderia ser diferente. Justo agora, no último ano do maldito colegial, essa Química vagabunda fica me prendendo por mais tempo aqui! Pra que?! Por quê??
 

Odeio química, odeio, odeio, odeio! Matéria inútil do caramba!
 

Sódio, cálcio, hidrogênio, magnésio, oxigênio, lítio, cloro, tungstênio, alcalino e halogênio. Elemento que oxida. É grande ou baixa a entalpia? O que tudo isso vai influenciar em minha vida? Não serei nenhuma química ou cientista maluca. Talvez eu já seja um tanto maluca, mas não faço questão de possuir um diploma disto!"

 


 

"A questão é: para que saber qual elemento ionizará, se o que preciso é de alguém para me amar?"

 

 

Ei...

 

 

É isso!!!! É isso! Eu entendi!

Talvez seja esse o motivo de eu ter ficado de recuperação... talvez o destino queira mostrar que eu vou finalmente gostar de química. Talvez a Química ajudar-me-ia a criar a poção do amor! Poção do Amor... cara, isso venderia milhões! Curaria todos os corações partidos espalhados pelo mundo! Teria em todas as farmácias do mundo. Qualquer pessoa poderia drogar-se com esta poção, porém, tomando cuidado com uma overdose, devido ao risco de, literalmente, “morrer de amores”."

 


 

"No Brasil “Poção do Amor”, nos Estados Unidos “Love Potion” e na Itália “Potion Di Amore”. Ai, ai... obrigada, obrigada, obrigada!!!

Foi então que acordei do meu devaneio e percebi que a professora Patrícia havia chegado. Sem dizer bom dia e com uma expressão nada amigável estampada no rosto..."

 

Professora Patrícia: Que vergonha, olha só pra isso! Mais da metade da sala de recuperação em Química! Isso é uma vergonha! Uma vergonha bem vergonhosa! Química é a coisa mais fácil e prazerosa do mundo!

 

"É, é, eu sei... depois dessa última afirmação, eu nem preciso dizer que metade da sala caiu na gargalhada."

 

"Enfim...

Antes que me esquecesse, escrevi em minha mesa:"

 

(Presentear a professora Patrícia com uma Love Potion)

 

"Logo depois, completei:"

 

(PS: Me auto-presentear com uma Love Potion, também)

 

Não perca o próximo capítulo de Déjà Vu! \o/

*Todos os direitos reservados à Roberta Ayres Torres (Silly Girl) e Igor Akio Matsuoka - 2005/2006/2007/2008*